Rogério iniciou em 1984, com a  banda Ecossistema, participando ativamente do circuito de rock paulista, tocando em lugares icônicos como Madame Satã, Lira Paulistana e Heavy Metal, e abrindo shows para bandas como Titãs, Capital Inicial e Mercenárias, entre outros. Em 1989 tornou-se um dos pioneiros da MPB eletrônica, chegando a ser citado na lendária revista BIZZ e, mais recentemente, no livro "MEB - História da Música Eletrônica Brasileira" (Erick Marke - ed. Literatura). A partir do final dos anos 90 esse trabalho também foi divulgado em estações de rádio e sites da Europa, Canadá e E.U.A.

Em 1994 explorou a mistura entre o brega setentista e o punk rock com os Paladinos do Amor e foi igualmente pioneiro em dub no Brasil com o Dub Killa (1995). Também fez trilhas sonoras para estações de rádio e peças de teatro. 

Tocou em diversas outras bandas e, desde 2006, tem se dedicado também ao estudo de cantos devocionais de várias tradições (especialmente mantras indianos), Yoga e à Musicoterapia, o que ampliou muto as possibilidades e o alcance do seu trabalho.
Entre 2009 e 2016 coordenou a banda Sidarta, que lançou CD em 2014 e até hoje tem média de mais de 2.000 plays mensais em redes de streaming, surpreendendo com sua diversidade étnica e sonora.
Apesar da longa estrada lançou seu primeiro CD solo ("Consequências") apenas em 2017, no qual fez um apanhado do seu arquivo de composições MPBísticas feitas desde o início da carreira. Em 2019, após resgatar parte da produção de MPB eletrônica do início dos anos 2000 com o EP "Ilha" parte para uma proposta inovadora: música para ser tocada ao vivo em práticas de Yoga e meditação ativa ("Yoga Waves"). Esse trabalho é direcionado não somente a espaços que abrigam essa propostra mas também a teatros, auditórios e todos os espaços que se abram para uma interação diferenciada entre artista e público.

Discografia:

“Sons da Cidade” (coletânea, com a banda Ex- Machina) - 1995

“O Mundo Gira e o Ex-Machina” – Ex-Machina – 1996

“Electropicália” (coletânea de MPB eletrônica) – 2002

“Simplesmente Satsang” (com Marco Schultz) – 2010

“Sidarta” – 2014

“Mantras e Cantos Devocionais” – 2014

“Mantra Bossa´n´Soul”- 2016

"Influências" - 2016

"Consequências" - 2017

"ilha" (2019)

"Yoga Waves (2019)

  • Spotify ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Deezer ícone social
  • SoundCloud Social Icon